Curiosidades sobre os Jogos Olímpicos

Origem

Com origem e tradição grega, o evento tomou proporções mundiais no fim do século XIX por iniciativa do Barão de Coubertin, aristocrata francês. Com a reestruturação do evento na era moderna e a criação do Comitê Olímpico Internacional (COI), foram criados também alguns símbolos para representar os jogos.

Anéis Olímpicos

A principal representação dos Jogos Olímpicos é a bandeira estampada com os anéis olímpicos, que também são a marca do COI. Os cinco aros interligados que compõem o estandarte possuem cores diferentes, cada uma representando um continente: azul, a Europa; amarelo, a Ásia; preto, a África; verde, a Oceania; e vermelho, as Américas.

aneis_olimpicos

Tocha

A tocha é o mais antigo símbolo das olimpíadas e faz a ligação entre os jogos realizados na Grécia Antiga e os disputados na Era Moderna. O fogo sagrado, tido como elemento purificador, era usado pelos gregos em frente aos seus principais templos, com o Santuário de Olímpia, que recebia as competições esportivas.

O acendimento da chama é feito com a luz solar por meio da skaphia, uma espécie de espelho côncavo que agrega os raios do sol em um só ponto, provocando combustão. Essa tradição para acender a tocha ainda é mantida e é realizada meses antes do início dos jogos, em frente ao Templo de Hera, por onze mulheres caracterizadas como sacerdotisas.

acender_tocha

A Tocha Olímpica é acesa na Grécia

Medalhas

Os primeiros campeões olímpicos recebiam como prêmio uma coroa feita com folhas de louro e oliveira. Os vencedores também recebiam alimentação gratuita por toda a vida, garantia de seu lugar em teatros e o título de herói da sua cidade.

No ano de 392, após converter-se ao cristianismo, o Imperador Romano Teodósio I proibiu a realização dos jogos. Quando voltou a ser realizado no ano de 1896, os vencedores foram presenteados com uma medalha de ouro e um ramo de oliveira.

Atualmente, a cunhagem das medalhas é de responsabilidade do país anfitrião e precisa ter diâmetro mínimo de 6 cm por 3 mm de espessura e trazer na parte frontal a imagem da deusa Nike, símbolo da vitória nas olimpíadas. Contradizendo o nome da premiação, a medalha de ouro precisa ser feita com 92,5% de prata e 6 g de ouro.

Por Rafael Batista
Leia mais no site: Equipe Brasil Escola